Análises

Análise: MediEvil

Originalmente lançado em 1998 para a PlayStation One, MediEvil é um clássico da Sony que não via a luz do dia desde 2005 com o seu "re-imagining" para a PSP, MediEvil: Resurrection. Em 2017, na PlayStation Experience, tinha sido anunciado um remaster do jogo para a PlayStation 4, em 2018 confirmou-se que se tratava de… Continue reading Análise: MediEvil

Análises

Análise: “Slay the Spire”

"Slay the Spire" é um deck building roguelike; e o primeiro jogo da Mega Crit Games. Com três personagens únicas (The Ironclad, The Silent, The Defect), irão subir a infernal e amaldiçoada Spire, tentando conjugar estrategicamente um build (=deck + relics) com as cartas e reliquias que se disponibilizam ao longo da vossa run. Agradecemos… Continue reading Análise: “Slay the Spire”

Análises

Análise: Blasphemous

Uma maldição caiu sobre a região de Cvstodia e os seus habitantes, conhecida como 'O Milagre'. Blasphemous é um Metroidvania desenvolvido pelo estúdio espanhol The Game Kitchen e publicado pela Team17, à qual agradecemos por fornecer um código para esta review. O jogo tem uma forte inspiração na cultura espanhola, nomeadamente, folclore e cristianismo. Os… Continue reading Análise: Blasphemous

Análises, Discussões, Listas

Como classificam a série Uncharted, do pior ao melhor?

Após o Jak 3, a Naughty Dog quis tomar um rumo diferente no seu próximo jogo e criar um IP novo, aproveitando a poder da próxima geração de consolas para criar personagens humanas num "setting" mais actual. Tomando inspirações em filmes de acção e aventura como Indiana Jones e National Treasure no que toca à… Continue reading Como classificam a série Uncharted, do pior ao melhor?

Análises

Análise: CONTROL

Durante os estágios finais do desenvolvimento de Quantum Break, o director do jogo, Mikael Kasurinen, decidiu afastar-se um pouco do aspecto cinemático para o seu próximo projecto, e tentar criar algo mais aberto, mais Metroidvania, e mais RPG, onde o foco não era o protagonista, mas sim o mundo que o rodeia (fonte). Foi daí… Continue reading Análise: CONTROL