Análises, Exclusivos PC

Análise: Steel Division 2

Steel Division 2 é um jogo para PC de Real Time Strategy com foco na simulação de guerra militar. Está disponível na Steam por 39.99€, gostaríamos de agradecer à Eugen Systems por nos fornecer um código para esta review.

O jogo adequa-se muito bem às expectativas dos fãs deste tipo de simuladores. A curva de aprendizagem não é muito alta, pelo que me habituei ao jogo rapidamente e soube o que usar para me ajudar a ganhar as batalhas. A Eugen Systems fez um bom trabalho em equilibrar o jogo, cada divisão e facção no jogo tem as suas forças e fraquezas. Por exemplo, uma das potências mais proeminentes na era que o jogo representa, a União Soviética, terão problemas em combater as forças Húngaras. Eu julgava que a vitória seria fácil, mas assisti enquanto os meus tanques acabavam em montes de sucata como resultado. A partir dum mapa inicial, podem escolher onde querem movimentar as tropas em qualquer parte das vossas áreas sob controlo. O jogo começa, e irão continuamente recolher mais dinheiro para criar mais tropas, que utilizarão para conquistar zonas controladas por inimigos até conseguirem controlar toda a região, ou pelo menos, a maior parte da mesma até o tempo limite acabar.

Steel Division II recompensa as jogadas tácticas e pune ataques descuidados. Na primeira vez que iniciei uma partida, pensei para mim próprio: “Ok, basta criar um grande número de tropas e venço, certo?”. Errado! Estratégia, posições, ataques cuidadosos, conhecimento dos inimigos. Tudo isto une-se para assegurar que conseguem jogar bem independentemente das situações que se encontram. Cortar os transportes de mantimentos dos inimigos, força dos batalhões contra as tropas que enfrentas, tudo isto se mistura para vos incentivar a planear a vossa estratégia e plano de ataque. É por isto que recomendo este jogo a pessoas que preferem RTS’ que se focam mais em decisões de combate que em construir um exército.

O jogo conta com vários modos. Comecei com um simples Skirmish para aprender os básicos do jogo, acabei por conseguir vencer com muito sorte apesar de ter sido o pior participante na batalha. Contudo aprendi muito desse conflito, em termos de controlo de zonas, tropas inimigas, composição de exércitos, esta última deve-se maioritariamente às minhas má decisões durante a batalha. Não obstante, o jogo também conta com tutoriais de vídeo no menu principal, se preferirem aprender dessa forma.
Em termos de experiência a solo, podem jogar um modo campanha como general, o qual segue uma sequência cronológica de eventos na Segunda Guerra Mundial na qual podem participar. Cuidado pois a sequência cronológica não se traduz na dificuldade, pois os primeiros encontros já são bastante desafiantes.
Por último, têm acesso a “batalhas históricas”. Um tipo diferente de “campanha” onde combatem os Alemães e Soviéticos em vários momentos chave de 1944.

Quanto à experiência multiplayer, admito que não mergulhei muito profundamente nesta parte do jogo. Nunca fui grande pessoa de jogar em multi jogador, mas felizmente tive amigos com quem jogar e tornar o jogo mais divertido. Confesso que há uma certa satisfação em ouvir o oponente suspirar em lamentação graças às vossas peritas manobras de combate, talvez seja o aspecto mais prazeroso deste jogo, na minha opinião.

Há ainda alguns aspectos do jogo que gostaria de mencionar antes de passar para o tópico final desta análise. Steel Division 2 conta com uma música que se enquadra muito bem ao longo do jogo. A música do menu principal entusiasma bastante o jogador, e a música durante o jogo consegue ser subtil sem perder intensidade. Não me distrai do jogo, mas consegue motivar-me na mesma, embora se torne um pouco repetitiva depois de algum tempo. Os efeitos sonoros estão excelentes, com o som da violência e conflito a rodear o jogador constantemente. Conseguem ouvir as vossas tropas a correr, os tanques a rolar, e a vossa artilharia a bombardear. O design sonoro está muito bem construído e encaixa no jogo perfeitamente.

Os visuais deste jogo também conseguem ser fantásticos quando querem. O jogo começa originalmente com uma vista de topo do mapa, mas quando começam a jogar a sério, podem fazer zoom na acção e toda a sua glória. O jogo demonstra elementos realistas e lindíssimos que muitos outros de estratégia podiam implementar igualmente em cima das suas perspectivas do topo do mapa. Pessoalmente, achei que foi uma forma bastante divertida de experienciar o jogo. Irão encontrar diferentes tipos de terrenos, desde florestas a áreas urbanas com estradas para as vossas unidades tomarem vantagem como avanço nos inimigos. O terreno pode também ser usado para a vossa vantagem, o que é altamente recomendado, como esconder as vossas tropas nas florestas densas ou em edifícios. Quando seleccionados, as tropas serão apresentadas com um tom verde, se estiverem escondidas. Dando a oportunidade ao jogador de surpreender os inimigos com um ataque devastador.

Em conclusão, Steel Division 2 é um excelente simulador militar. Oferece ao jogador a possibilidade de fazer decisões tácticas, contém uma campanha solo envolvente, um modo multi jogador divertido, onde podem testar a vossa habilidade contra os vossos amigos ou outros jogadores online. Os gráficos são agradáveis, música apropriada embora repetitiva, e sound design excelente. Em geral, é um bom jogo que, quando conseguirem ultrapassar a curva de dificuldade, vos oferecerá uma experiência de simulação militar sólida. Atribuo uma nota de 8 em 10 ao jogo.

Steel Divison 2 no OpenCritic

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s